top of page
Buscar
  • Foto do escritorFabiane Cattai

Mindset Construtivo em Acessibilidade (MCA)

Publicado em 19 de outubro de 2021


Figura com fundo azul, no lado esquerdo contem figura com desenhos estilizados de pessoas com diversas limitações distribuídos em círculos que compõem a figura de um cérebro. No lado direito o texto: Mindset Construtivo em Acessibilidade (MCA)

No artigo anterior, citei o mindset de acessibilidade que são pensamentos que possibilitam encontrar soluções nas práticas de acessibilidade diante das barreiras existentes. Mas o que é o mindset construtivo em acessibilidade (MCA)? Qual o sentido em realizar práticas baseadas no MCA?


Mindset Construtivo em Acessibilidade (MCA) são mentalidades ou pensamentos que construímos quando decidimos realizar práticas acessíveis de forma criativa, flexível, respeitando as limitações e principalmente identificando os potenciais das pessoas.

Sabe-se que cada pessoa tem sua individualidade e singularidade, é importante na construção da MCA identificar cada indivíduo como único e com características diferentes, mesmo se tiverem a mesma limitação. É primordial conhecer a pessoa e verificar se suas necessidades estão sendo atendidas com as práticas realizadas.

Primeiramente pergunta-se a si mesmo(a) se quer aproximar-se das pessoas.

Tem vontade em conhecer pessoas que são diferentes de você?


Esta disposta(o) a sair da rotina e ter abertismo para acessibilizar?


Atualmente o termo “viés inconsciente” está em alta, no livro Inclusifique da autora Stefanie K. Johnson, segundo Anthony G. Greenwald, psicólogo social da Universidade de Washington, viés inconsciente é não estar ciente do efeito que experiências anteriores têm sobre as novas impressões que formamos. A boa notícia é que podemos fazer mudanças desses pensamentos. É importante acharmos maneiras de interrompê-los.


A seguir citarei quatro sugestões para trabalharmos vieses inconscientes e construir o Mindset Construtivo em Acessibilidade(MCA):


Mindset construtivo em acessibilidade 1: Permita-se a aproximação!


Reflexão: Ainda tenho preconceitos?


Primeiro é importante admitir e reconhecer os pensamentos que são preconceituosos diante de pessoas com limitações. Reflita, o que vem em sua mente quando se depara com uma pessoa que possui uma deficiência? Fico sem graça? Ou lido de forma natural? Caso fique sem graça e deseja mudar esse padrão, comece a pensar que a pessoa é muito mais do que sua aparência ou sua limitação. Procure conhecer exemplos de pessoas que possuem determinadas limitações e como vivem.


Mindset construtivo em acessibilidade 2: Permita-se conhecer as pessoas e saber o que são capazes de fazer!


Reflexão: Entro em contato com esse assunto?


Perceba se tem alguma dificuldade em aproximar-se de pessoas com deficiência. Conheci uma pessoa que não podia entrar em contato com essa temática de “deficiência” que logo se afastava. Perguntei a ela, por que tinha essa atitude, respondeu que não sabia lidar com o sofrimento da pessoa. Com o tempo ela foi se aproximando das pessoas que possuem limitações e foi percebendo que o sofrimento que sentia era dela própria. Pois não conseguia se ver naquela situação, pois se tivesse determinada limitação, achava que não suportaria tal sofrimento. É importante se aproximar, para desconstruir esses pensamentos.


Mindset construtivo em acessibilidade 3: Todas as pessoas aprendem!


Reflexão: Pessoas com limitações são capazes de aprender?


Outro pensamento inconsciente que temos é que a pessoa com deficiência não é capaz de aprender. Ministrei aulas de formação profissional para adultos e adolescentes com diversas limitações que tinham o objetivo de ingressar no mercado de trabalho. Essa vivência me fez ver que “qualquer pessoa pode aprender, com ou sem limitação”, mesmo quando a limitação seja severa. O pensamento que construí nessa experiência é que “As pessoas tem o tempo delas para aprender, isso vai acontecer, é inevitável.” O foco no MCA está nas potencialidades das pessoas, respeitando o tempo e sua vontade. O segredo é não criar expectativas sobre os resultados das pessoas. Quando criamos expectativas de uma certa forma, estamos querendo controlar o outro e essa atitude não ajuda.


Mindset construtivo em acessibilidade 4: Saber a informação e estratégia para acessibilizar!


Reflexão: Tenho pena das pessoas com deficiência, preciso ajudá-las.


O último ponto que abordo é não ter pensamentos de “pena” ou “dó”. As pessoas não precisam desse sentimento, todos são capazes de aprender, alguns precisam de apoio para realizar determinadas atividades, mas podem ser produtivos e realizar suas tarefas com eficiência. Podemos achar, por falta de informação, que pessoas com determinadas deficiências são incapazes de realizar determinadas tarefas e temos muitas vezes a intenção de querer ajudá-las, porém é importante que antes de ajudar, pergunte a própria pessoa que possui limitações se precisa de ajuda. E a pergunta chave é: “Como posso te ajudar, não sei mas pode me ensinar?”


Figura com fundo roxo, no lado esquerdo contem texto: Mindset Construtivo em Acessibilidade (MCA); Mindset Construtivo em Acessibilidade (MCA) são mentalidades ou pensamentos que construímos quando decidimos realizar práticas acessíveis de forma criativa, flexível, respeitando as limitações e principalmente identificando os potenciais das pessoas. Ao lado círculo com quadrado ao centro com as siglas MCA e em sua volta os textos: Permita-se a aproximação!; Permita-se conhecer as pessoas e saber o que são capazes de fazer; Todas as pessoas aprendem; Saber a informação e estratégia para acessibilizar.; no rodapé o logo da Interacessibilidade.

Essas são algumas formas de criarmos uma mentalidade construtiva em acessibilidade. Nos próximos artigos citarei algumas práticas digitais em mindset construtivo em acessibilidade. Não percam!


Fabiane Cattai{

Especialista em Acessibilidade Digital

}

Referências:

Johnson; Stefanie K.; Inclusifique: Como a inclusão e a diversidade podem trazer mais inovação à sua empresa; 37 p; 16 caps; 22 x 16 x 1,5 cm, 1a Ed., São Paulo: Benvirá, 2020.


35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page